Cooperativa Portuguesa de Ensino em Angola

Comunicado N.º 2 da Comissão Eleitoral

A Comissão Eleitoral para as Eleições dos Órgãos Sociais Quadriénio 2017‐2021, nomeada na Assembleia Geral da Cooperativa Portuguesa de Ensino em Angola, havida em 26 de abril último e composta por:

  • Miguel Augusto Marques da Costa Pereira de Andrade, sócio n.º 3887, Presidente
  • Luis Manuel Pinto Ribeiro Berenguel, sócio n.º 4136, Secretário
  • Fernando Artur Duarte Fernandes Carvalho, sócio n.º 4337, Escrutinador
  • Isabel Maria Martins Rodrigues Miranda Mendonça, sócia n.º 1754, Delegada Lubango

Vêm por este meio anunciar que conforme o previsto no Regulamento Eleitoral foram recebidas e aceites duas candidaturas à Eleição dos Órgãos Sociais da CPEA e que serão sufragadas em 29 de maio próximo, apresentando‐se nos Boletins de Voto como, Lista A e Lista B.

Tais listas de candidatos aos Órgãos Sociais da CPEA, são encabeçadas por:


Lista A
Lista B
Presidente da Mesa da Assembleia Geral
Mário Nelson
sócio 2637
Rui Gomes
sócio 2879
Presidente do Conselho de Administração
Horácio Pina
sócio 533
Rui Sousa
sócio 1471
Presidente do Conselho Fiscal
José Carlos Marques
sócio 3369
Délcio Fernandes
sócio 4122


O elenco global de cada uma das listas será afixado nos locais habituais em cada uma das Escolas de Luanda e Lubango, sendo que os respetivos programas e por se tratar de documentos mais extensos serão veiculados através do site da CPEA http://www.cpea.pt.

A Campanha Eleitoral decorrerá entre as 7h00 do dia 22 de maio e as 19h00 do dia 26 de maio e ficou decidido por esta CE, implementar as seguintes regras:

  • A campanha deverá ser feita no exterior dos muros das Escolas e dentro do recinto escolar apenas nas zonas estipuladas como de espera/entrada, sendo vedado em todos os restantes locais;
  • Sendo as listas e respetivos programas eleitorais afixados nos locais habituais, incluindo placards móveis fornecidos pelas Escolas para o efeito;
  • Proibindo‐se qualquer tipo de campanha por parte dos funcionários, docentes, encarregados de educação, alunos, foras das áreas permitidas exceto na sala de professores;
  • Podem solicitar às Associações de Pais a divulgação dos respetivos programas Eleitorais;
  • Promover uma campanha exemplar, de forma a não causar impacto negativo nos alunos e EE, protegendo a imagem e bom nome dos candidatos;
  • Pedindo‐se ainda que todos os atos de campanha visem a proteção do bom nome das instituições envolvidas, CPEA e Escolas de Luanda e do Lubango.

Mantemo‐nos ao dispor através do email – cpea.comissao.eleitoral@gmail.com .

Luanda, 17 de maio de 2017

Miguel Augusto M. C. Pereira. de Andrade
Luis Manuel Pinto Ribeiro Berenguel